18 dezembro, 2008

Finalizando 2008

Últimos dias de trabalho. Sábado começam as nossas tão merecidas e desejadas férias. 2 semanas de descanso.


Pretendo dar uma passada na praia, voltar e dar uma geral na casa. Para começar 2009 com tudo em dia e energias renovadas.


Provavelmente esse será meu último post do ano, ficarei afastada do mundo virtual por um tempo.


Não responderei e-mails, nem lerei os blogs, nem postarei nada.


Por isso já quero desejar a todos os meus amigos, que tem ou não blog um ótimo Natal e um 2009 cheio de conquistas e realizações.


Queria poder dar um abraço e um beijo em cada um antes do Natal e do final do ano, mas não conseguirei nos que moram por aqui, imagina nos de longe, ainda mais aqueles que moram em outros países.


Desejo de verdade que as festas sejam muito boas, que o final de ano seja de descanso para todos e que o novo ano traga novas esperanças.


Já estou com saudade antes mesmo de me despedir.
Até a Mia entrou no espírito do Natal, tudo bem que ela queria comer o pompom da touca, mas ao menos consegui bater uma foto dela.



beijos para todos, Rochele

12 dezembro, 2008

Frio na barriga

Amanhã é o dia. Depois de um dia super chato, com várias coisas dando errado, hoje acordei vendo que no final das contas tudo se encaixa.

Tá dando um friozinho na espinha.

Mas acho que vai dar tudo certo, e que vai ser uma casamento muito legal.
E na sexta da semana que vem férias!!!!!!!!!!!!!!! Depois de dois anos sem viajar.

Prometo postar fotos do casamento assim que tiver.

11 dezembro, 2008

Via Láctea
Legião Urbana
Composição: Dado Villa-lobos/ Renato Russo / Marcelo Bonfá

Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz
Mas não me diga isso
Hoje a tristeza não é passageira
Hoje fiquei com febre a tarde inteira
E quando chegar a noite
Cada estrela parecerá uma lágrima
Queria ser como os outros
E rir das desgraças da vida
Ou fingir estar sempre bem
Ver a leveza das coisas com humor
Mas não me diga isso
É só hoje e isso passa
Só me deixe aqui quieto
Isso passa
Amanhã é um outro dia, não é?
Eu nem sei porque me sinto assim
Vem de repente um anjo triste perto de mim
E essa febre que não passa
E meu sorriso sem graça
Não me dê atenção
Mas obrigado por pensar em mim
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz
Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido
Eu me sinto tão sozinho
Quando tudo está perdido
Não quero mais ser quem eu sou
Mas não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado por pensar em mim
Não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado por pensar em mim.

09 dezembro, 2008

Thanks

Agradecimentos a pessoas que estão ajudando e muito no casamento:

Minha mãe: pela correria, pelo apoio, pela calma, por resolver de tudo um pouco.
A Cíntia: pelas listas (de telefones, de nomes, de música), pelas dicas, pelo presente, pelo carinho
O Cláudio: por indicar a equipe, por nos dar as dicas
A Caro: por desenhar meu vestido, por avaliar a costura por fotos já que está em outro estado, por resolver tudo com a costureira
O Samuel: por vir de Porto Velho para ser dindo e vir feliz e cheio de expectativa
A Karine: por aceitar ser dinda meio de última hora, por vir de Curitiba e ainda trazer meus tios que estavam na dúvida se vinham
Os amigos: pela expectativa, pelos presentes, pelas mensagens positivas...

Só com isso o casamento já é um sucesso e vai ficar marcado para sempre na minha vida e na do Tiago.

Contagem regressiva

Faltam poucos dias, horas e minutos para o grande dia. Não estou nervosa ainda, mas confesso que sexta-feira ao entrar na Igreja para o ensaio deu um frio na barriga.
Não é o casamento que me deixa inquieta, é o fazer tudo correto, fazer uma festa maravilhosa, que dê tudo certo, que todos gostem e se divirtam. Que eu e o Tiago também tenhamos disposição para a festa, pois sei que vamos estar cansados.
Nunca tive grandes sonhos com casamento, mas no momento que optei por casar decidi que quero fazer tudo maravilhoso. Queremos dividir com as pessoas que gostamos este momento especial.
Infelizmente, não conseguimos convidar todas as pessoas que queríamos, mas tenho certeza que eles vão entender que o dinheiro é curto hehehe.
Sábado é o dia, tenho certeza que irei dormir mal na sexta, que ficarei inquieta no sábado, que ficarei nervosa no caminho para Igreja. Também tenho certeza de que tudo vai dar certo.
Mas de qualquer forma é sempre bom imaginar os possíveis problemas, para já ter idéia da solução:
Tropeçar nas escadarias ou no tapete da Igreja
Esquecer de dar "a paradinha" no corredor
Ser atropelada pelo meu pai e sua nova cadeira de rodas motorizada
Arrepiar o cabelo no caminho para a festa (carro aberto)
Sujar o vestido no carro ou com comida
Estar nervosa e não conseguir ser simpática
Faltar luz
....

Chega, acho que nessa lista já inclui muitas idéias do que pode dar errado hehehe. E aposto que nada disso vai acontecer (para evitar acho que vou tomar um banho de sal grosso).

02 dezembro, 2008

Despedida de solteira



Era uma jantinha de meninas, mas também uma "despedida de solteira".


Várias não foram: uma teve o bebê antes do previsto, outra teve que trabalhar, outra ficou sem carona, outra recebeu visitas na última hora e outra estava longe.


Mas as que foram se divertiram muito. Batidinha que não bebia fazia muito tempo, comida ótima, risadas, expectativas, desabafos.


Vamos sair, onde, no buteco de sempre. Já não gosto de ir lá, mas fazia tanto tempo que não ia. Na verdade esta foi a segunda vez que fui em 2008.


A gente sabia que o noivo estaria lá, mas azar, ele fica de um lado e nós do outro. Mas claro que me fizeram pagar um mico básico: entrar no Revival com um véu no cabelo.


Chegamos lá e já fui procurar o noivo, dar um beijo, avisar que estava por lá. Muito calor, tanto, tanto, tanto, que estavam todos grudentos, suados.


Ficamos na parte da frente, mais tranqüila e ventilada.


Quando o Tiago foi lá para frente ganhei o tal presente: um chicote para quando ele merecer (hehehe!)


Um mala resolveu dar em cima das meninas, e eu só vendo de longe e rindo. Fazia muito tempo que não via uma cena assim.


O calor estava muito, o bar cheio, comecei a sentir a falta de ar de sempre e pedi para ir embora. As meninas ficaram e aconteceram algumas coisas muito interessantes depois que sai, ainda bem que me contaram os detalhes.


e agora falta apenas 1 semana e 1/2 para o casório.

Tattoo nova

Tatuagem nova, feita para o casamento.

Ainda está em fase de cicatrização. Quando estiver sem casquinhas posto uma foto dela, bem linda.
Por enquanto segue uma foto do dia da "tortura" hehehe.