27 fevereiro, 2009

Grapete

Esses dias nos corredores do mercado vi uma garrafa de Grapete. Imediatamente lembrei de duas coisas: a menina que adora refrigerante de uva e as aulas de rádio.
Muias vezes ouvimos aquela música que chegava a ser chata, mas grudava na cabeça: grapete repete, grapete repete, grapete é gostoso de maaaaais.
Quem fez jornalismo ou publicidade deve ter passado por isso hehehe.
Saudade daquelas aulas, das risadas sem fim na hora de gravar os programas, e dos bons amigos.

25 fevereiro, 2009

Stay together for the kids

video

Meu toque de celular no momento. Fase mais agressiva.

20 fevereiro, 2009

Across


All You Need Is Love
The Beatles
Composição: John Lennon & Paul McCartney

Love, love, love
Love, love, love
Love, love, love

There's nothing you can do that can't be done
Nothing you can sing that can't be sung
Nothing you can say, but you can learn how the play the game
It's easy

There's nothing you can make that can't be made
No one you can save that can't be saved
Nothing you can do, but you can learn how to be you in time
It's easy

All you need is love
All you need is love

All you need is love, love
Love is all you need
Love, love, love
Love, love, love
Love, love, love

All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need

There's nothing you can know that isn't know
Nothing you can see that isn't shown
Nowhere you can be that isn't where you're meant to be
It's easy

All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need
All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need

Love is all you need
Love is all you need
Love is all you need
Love is all you need
Love is all you need
(She loves you yeah, yeah, yeah!)

As verdades e as mentiras

Ninguém acertou todas as mentiras, alguns acertaram 1 outros 2. Nem o Tiago acertou tudo hahaha. Ai fiquei pensando, será que sou tão misteriosa ou sou boa mentirosa? Eu acho que a segunda opção cai melhor, pois quando era mais nova e queria aprontar eu parecia até uma atriz hehehe.
Bom, para acabar com o mistério resolvi explicar algums coisas sobre a Rochele:

1- Tinha pavor de cachorros quando mais nova, especialmente os pequenos. - Sim, por incrível que pareça é verdade. Na minha casa sempre tivemos cachorros e eu não chegava nem perto deles. E se via algum pequeno na rua eu ia para o outro lado de medo de ser mordida. Quem diria né.

2- Vivi a pior fase “adolescente rebelde” com 13 anos. - Já viram "Aos treze"? É mais ou menos por ai.

3 - Na escola era muito bagunceira, o que me salvava eram as notas boas. - Eu sempre fui CDF, a mais comportada, a mais obediente, as melhores notas. Só aprontava na educação física (em que xingava muito e dava tranque nos guris) e no recreio.

4-Minha mãe foi minha professora três vezes e também foi professora do Tiago. - Sim, e era uma profe linha dura comigo. Nada de explicar a matéria fora da sala de aula, ao contrário do que muitos colegas pensavam.

5- Sempre gostei de brincar com bonecas estilo bebê, tinha várias quando pequena. - Essa a maioria acertou. Só gostava de Barbie e ponto.


6-Meus joelhos e pernas são cheios de cicatrizes, quase todos feitos de bicicleta ou roller. - Tenho tantas cicatrizes nos joelhos que chego a ter vergonha deles.

7- Sempre foi muito mais fácil fazer amizade com os meninos do que com as meninas. - Com certeza. Meus primeiros amigos em lugares novos sempre eram meninos e só depois eu ficava amiga das meninas.

8- Participei de um programa de mini-empresa na escola e fui a presidente. - Ahan, fui a presidente. E era exigente e cobrava desempenho. Mas ganhei a medalha de melhor presidente e melhor vendedora de todas as escolas de Caxias do Sul no final do programa.

9- A trilha sonora do nosso beijo de começo de namoro foi Guns n’ roses. - Essa ninguém iria acertar. A trilha foi SPC (Só para contrariar). Estavamos na pizzaria e a vizinha ouvia a todo volume o CD do SPC. Até hoje eu lembro.... fica dentro do meu peito sempre uma saudade... hahaha

18 fevereiro, 2009

Verdades e mentias

Esse meme serve para saber se vocês realmente me conhecem ou se eu finjo bem hehehe.
Segue uma lista de 9 coisas sobre mim, 6 são verdadeiras e 3 não. Cabe a você descobrir as minhas mentirinhas.

Mentirinhas da Grasi:
1- “Sempre telefono pra todos os meus amigos pelo menos uma vez por semana.” – a Grasi gosta dos amigos, mas acho que ela prefere demonstrar de outras maneiras.
2- “Detesto viajar.” –Ela gosta de viajar.
3- “Sempre me achei linda.” – ela é linda mesmo, mas não existe mulher que nunca teve nenhum problema com o espelho. Sempre achamos algum defeitinho no cabelo, na pele, na barriga...

E ai Grasi, acertei ou errei feio?


Nove meias verdades:

1- Tinha pavor de cachorros quando mais nova, especialmente os pequenos.
2- Vivi a pior fase “adolescente rebelde” com 13 anos.
3 - Na escola era muito bagunceira, o que me salvava eram as notas boas.
4-Minha mãe foi minha professora três vezes e também foi professora do Tiago.
5- Sempre gostei de brincar com bonecas estilo bebê, tinha várias quando pequena.
6-Meus joelhos e pernas são cheios de cicatrizes, quase todos feitos de bicicleta ou roller.
7- Sempre foi muito mais fácil fazer amizade com os meninos do que com as meninas.
8- Participei de um programa de mini-empresa na escola e fui a presidente.
9- A trilha sonora do nosso beijo de começo de namoro foi Guns n’ roses.


Memeio:

Tiago – para saber se ele passa no teste de saber tudo sobre a esposa.
Paulo – pois mesmo do outro lado do mundo ele já sabe bastante de mim.
Laine – retribuindo o meme anterior.

13 fevereiro, 2009

Três

Últimos livros de cabeceira:
Cachorros encrenqueiros se divertem mais
Ensaio sobre a cegueira
A casa das sete mulheres

Últimos filmes que marcaram:
P.S. I love you
Diário de uma paixão
Across the Universe

Músicas que não saem da cabeça atualmente:
Ilegais – Vanessa da Mata
Total Eclipse of the Heart – Nicki French
Rebelde – RBD (música sempre dedicada para mim hehehe)

Sonhos de consumo:
Casa pronta
Carro novo
Viagem para o México

Três desejos:
Terminar a casa
Resolver os problemas
Ter dinheiro para abrir meu negócio

Melhores viagens:
Garopaba
Uruguai
Disney

Saudades:
Dindo
Cafés na faculdade
Ter minha mãe mais perto

Seriados:
Grey’s Anatomy
The Big Bang Theory
Desperate Housewives

Melhores programas:
Filme com o marido
Café (ou jantinha) com as amigas
Dormir

06 fevereiro, 2009

Meme II

Recebi um selinho e um meme da Laineaine a menina que em poucas linhas nos conta muito. Segue abaixo regras e respostas.




As regras:
-Linkar quem te indicou;
-Responder 6 coisas aleatórias sobre você;
-Indicar mais 6 pessoas para a brincadeira e para o selo;
-Comentar nos blogs delas avisando do selo e da brincadeira.

Seis coisas sobre mim:
- Namorei 08 anos, fiquei noiva por dois e faz quase dois meses que casei (com o mesmo namorado).
- Tenho 5 tatuagens e já tive 3 piercings (um eu literalmente engoli. Era na língua).
- Adoro filmes de terror e suspense de todos os estilos, mesmo as continuações e os trashs.
- Sou chata com o meu cabelo. Gosto de mudar a cor, mas não o comprimento. O natural é castanho cacheado. Já tive cabelo vermelho, com luzes, loiríssima, com mexas lilases, e o atual castanho dourado. Apenas uma vez na vida tive o cabelo chanel, por culpa da minha mãe. Desde então cabeleireiros que se arriscarem a abusar da tesoura perdem a cliente na hora.
- Sou uma ciumenta de carteirinha: tenho ciúmes do meu Tiago, da minha mãe, dos meus amigos, da minha Mia, das minhas roupas, dos meus livros...
- Meu quarto é uma bagunça, não gosto de guardar roupas nem calçados. Mas em compensação meu guarda-roupa é super organizado. Só guardo quando tenho tempo de dobrar e arrumar tudo direitinho, se não deixo na pilha da cadeira mesmo.

Meus escolhidos:

Tiago Trilhando vida afora meu amor que recém estreou seu blog

Blog da Preta a garota do café que nunca sai

Kassy e seus devaneios

Su e seu destino: a mãe do Chico

Universo da Grasi a menina das bolsas que está de férias

Mel e seus textos para guardar

04 fevereiro, 2009

Filme para chorar

Dificilmente choro em filmes, mas quando começo não paro mais. E um que me abalou muito foi "P.S. I Love You".
O filme começa e termina perfeito. É romântico sem ser chato, mostrando os altos e baixos de um casal. Já começa mostrando uma briga por bobagem, coisa que todo casal tem.
Mas mesmo com os problemas e as brigas eles se amam muito. Casaram novos, num impulso. Os pais foram contra, por acharem que estavam jogando o futuro fora. Ele se mudou de país e foi morar nos E.U.A com ela.
O que mexeu comigo foi o amor que ele tem por ela, é um amor tão grande, tão intenso que eu chego a me perguntar se na realidade tem gente que ama assim. Ele se apaixonou por ela no momento em que a viu e depois desse momento não puderam mais ficar longe. Apesar das cobranças, das reclamações, do mau-humor ele estava sempre disposto a fazê-la feliz. (Conheço um marido parecido na vida real, o meu hahaha).
Não posso contar muito mais que isso se não entrego a história. Mas quando for assistir ao filme leve uns lencinhos junto.
Melhores cenas: Ele dormindo abraçando ela
A cena do videokê e do bar.


E se quiser fazer uma sessão dupla de choro veja também "Diário de uma paixão". Filme mais antiguinho, mas lindo também. Esse já é o estilo romântico mais tradicional, que conta sobre dois jovens que se amam e a família dela não aceita. Novamente é o homem que luta pelo amor, conquista a moça e faz de tudo para que o relacionamento dê certo. O final é maravilhoso.

Melhor cena: o beijo na chuva (beijos na chuva são sempre bons).




Fico me perguntando, será que os homens amam mais que as mulheres? Pois nos dois filmes são eles que esperam por elas, que perdoam, que fazem suas vontades. Será que o argumento de que as mulheres são mais românticas é mentira ou será que as pessoas que escreveram estes filmes criaram personagens "mitológicos"?


02 fevereiro, 2009

Eu que não sei mais escrever

Essas novas regras de português só surgiram para atrapalhar nossa vida. A única coisa que tenho é quanto a trema: ela não existe mais (apenas em caso de nomes próprios). Do resto não sei mais nada.
Mudaram alguns acentos e hífens, mas as regras são um tanto confusas. Foram 12 anos na escola decorando as regras e aprendendo a acentuar, mais 4 anos na faculdade, mais 2 anos de pós, e mais a prática do dia-a-dia (com hífen ou sem???).
Agora de um dia para o outro me dizem que tudo mudou. Admito que não sei mais escrever, e isso para uma jornalista é algo inadmissível. Eu preferia que ao invés dos acentos e dos hífens saísse a crase, eu detesto crase e ela também não gosta de mim. Então seria bem mais fácil se ela simplesmente sumisse. Ai eu saberia escrever português corretamente. Mas não, eles têm que inventar de mudar o que eu sei.
Nem o corretor ortográfico do word é a favor desta mudança. Ele corrige automaticamente as palavras “erradas”. E porque eu, que sou uma simples humana, tenho que ser a favor?
Olha como ficam estranhas algumas palavras na nova gramática:
O homem seguiu em frente num ato heroico, mesmo que o mandachuva fosse contra a autoaprendizagem, ele seguiu estudando e aprendendo. Muitos creem que ele agiu errado, mas ele segue tranquilo em sua jornada, aguentando as consequências.