03 novembro, 2008

Tá chegando

O casamento no religioso é só no final do ano, mas no civil é daqui uma semana. Vai ser no cartório, sem convidados, sem festas, sem grandes comemorações. Vai ser apenas nós, os dois padrinhos e o juiz (é juiz que casa no civil?). Apenas um almoço com os pais depois, para não deixar a data passar batida.
Apesar de este não ser o “casamento”, com festa, vestido, convidados e frescuras, é o casamento legal. Depois dele eu não sou mais solteira, já sou uma pessoa comprometida “no papel”.
Mas não vou mudar meu nome, vou continuar sendo a Rochele Cristina Bassanesi de sempre. Mas muitas coisas mudam...como já disse não serei mais solteira nos documentos, currículos, fichas cadastrais, também não serei mais desimpedia, ou seja, se algum dia (bate na madeira três vezes) eu terminar o relacionamento não vou dar mais um tempo, ou terminar o namoro, vou ser divorciada ou separada.
E como assinar um simples papel pode mudar tanto a vida da gente? Na verdade depois de morar junto por quase 2 anos e namorar a mais de 10 já me considero meio casada. Mas eu quis essa legalização da situação. Não que eu acredite que é o papel que define um casamento, ou que a partir dali vamos ser mais “felizes”. Mas acho que casar é uma etapa importante do relacionamento. Parece que dá mais maturidade, mais responsabilidade, afinal a união vai ser legalizada. Eu vou ser esposa e vou ter um marido (até me acostumar a dizer isso vai demorar e vou dar muita risada. Sou noiva desde 2006 e ainda digo que tenho namorado.)
Então, a partir do dia 08 de novembro serei uma menina casada.

5 comentários:

paulinha disse...

um casal lindo!

Karina disse...

É, vc já deve levar vida de casada mesmo. E até pode ser que um papel não mude muita coisa, mas se é a vontade de vcs oficializar, pq não, né?!
Diferente vai ser quando vc for preencher alguma ficha "Estado Civil", aposto que vc vai se pegar várias vezes no começo escrevendo solteira. Hahahaha.
Boa sorte por noivos. Mta felicidade e vida longa pra curtirem bastante um ao outro.
Bjinhos

laine. disse...

enquanto eu não tenho o meu, me divirto no casamento dos amigos... =D

boa sorte Chele...
se bem que sorte é o de menos né??

Parabéns Chele!!

Adele Corners disse...

hehehehehehehehehehe

é, quem mandou casar????? hahahahhahahaa


mas pelo menos tu tem uma madrinha que é um luuuuuxo!

Paulo disse...

Eu levei quase um ano pra acostumar a escrever "casado" nos formulários.

Parabéns, Chele!!!

Beijos!