21 novembro, 2006

Ciumera
Sempre fui muito ciumenta com tudo (mas nao egoista!). Desde pequena tinha ciumes dos meus brinquedos: emprestava, mas exigia cuidado e carinho com eles. Ai de alguem me devolver alguma das minhas Barbies quebrada ou riscada. Tambem tinha ciumes da minha mae, nao gostava dela dando atencao para minha irma e para outras pessoas. Afinal, ela era MINHA mae.
O tempo passou, o ciumes da mae e dos brinquedos passou. Mas tive que lidar com outros tipos de ciumes. No comeco era das amigas, elas eram soh minhas amigas, podiam ter outras "conhecidas", mas de amiga soh eu. Nao gostava muito das outras amigas das minhas amigas. Mas isso tambem passou.
Ai os garotos entraram na minha vida e junto com eles um ciumes doentio. Primeiro das minhas amigas que tinham namorado e passavam mais tempo com ele do que comigo. Depois com os garotos que passavam mais tempo com os amigos do que comigo. Isso que eu nunca queria assumir nada. Ateh uma certa idade eu nao queria saber de ninguem no meu peh. Mesmo assim tinha ciumes: das amigas deles, dos amigos, das ex-namoradas, das outras garotas.
Depois dessa fase comecei a namorar firme (ja fazem oito anos que estamos juntos). Bom, ai o ciumes estrapolou seus limites. Pois eu sabia muitas historias dele, antes de namorados fomos colegas de escola e muito amigos (uma hora vou contar mais sobre nos). Ai nao podia ver uma ex-colega que ele gostou, uma vizinha, uma prima, ninguem que ele pudesse se sentir interessado. Eu brigava no meio do shopping, na frente de todo mundo, em lugares cheios. Mas como sempre 5 minutos depois estava mais calma.
Ele ja nao era de brigar na frente dos outros, mas ficava uma semana de mal.
Com o tempo o ciumes diminuiu, mas nao sumiu. Eu ate gosto de ser ciumenta, continuo com ciumes do namorado, da minha mae, das minhas amigas, das minhas coisas, mas agora bem mais light.
Palavras de uma amiga que me definem bem direitinho:
"As vezes ela fica de burro e faz beicinho, se contrariada.
Mas logo passa."

4 comentários:

Paulo disse...

Eu sou bem parecido contigo... Se tem algo que eu não aprendi a dominar totalmente foi o ciúme. Principalmente da namorada e dos amigos mais próximos.
Costumava me frustrar, mas acabei me acostumando com essa maneira de ser...
Resolvi assumir! hehehe.

Adele disse...

Ah, eu me acalmei com o passar dos anos... Já fui um demônio!

Agora sou super light!

Ah, isso passa! Só tem que aprender a se controlar. Pensar o que vale a pena falar e o que tem que ficar escondido. Selecionar o ciúme!

Mikage Aya disse...

Ciume?
Nao sei o que e isso....

Rochele disse...

Paulo: eu tbm me assumi uma ciumenta, mas isso nunca me frustrou hehehe.
Adele: Cuidado com esse "super light". Eu não consigo ser tão cuca-fresca quanto você. (sabe do que to falando?)
Mikage: AHAN!!!