21 julho, 2008

Meninas malvadas

E semana passada fui levar minha cachorrinha na casa da “amiguinha”. Sabia que a expectativa era grande, elas não se viam há muitos meses. A Mia chegou lá toda faceira e foi recepcionada com latidas... normal quando se está no território dos outros. Ela viu a Cíntia, o seu Luiz, a dona Diva e ficou toda boba. Mas eis que a Rita enlouqueceu. Ficou com ciúmes da Mia e começou a rosnar, levou uns tapinhas, uns xingões e parecia que tinha se acalmado. A Mia deu umas lambidinhas e parecia que tudo ia ficar bem.
Mas a Rita estava era esperando o melhor momento de atacar. E foi quando fiquei sozinha na sala com as duas. A Rita saiu correndo para morder a Mia, esta corria mais ainda, chorava e não sabia o que fazer. Tentei separar, mas pela primeira vez a Rita me mostrou os dentes. Os “pais” dela vieram acudir. Bateram nela com a pantufa, colocaram de castigo, brigaram com ela. Deu até pena da Rita, defendendo sua casa, seus donos e ainda levando bronca (na cabeça dela a Mia era apenas uma intrusa).
Acabamos com uma presa na cozinha e outra na sala. E o que era para ser uma noite bem divertida acabou com uma cachorra traumatizada e morrendo de medo de outros cachorros, uma tristonha por ser xingada pelos “pais” e colocada de castigo com a roupinha, a Cíntia morrendo de vergonha e pedindo desculpa e a dona Diva dizendo que ia trocar a Rita.
E dizem que ser pai e mãe é fácil....
Mesmo assim, foi uma noite de sexta bastante agradável.

5 comentários:

Adele Corners disse...

A Rita é psicopata e vai pra escolinha, não quero nem saber!!

Karina disse...

Cachorros às vezes se estranham mesmo. Principalmente quando se trata de mostrar de quem é o território.
Mas quem sabe um passeio na rua, ou num parque não melhore o relacionamento das duas?
Bjinhos

Suani disse...

Tu acreditou quando te falaram que ser mãe é fácil? hehehehe

Ah as duas são lindas...
e o comentário do Murilo sábado no hospital foi:
-Mãe qd eu vou brincar com a Mia do Tiago?
Não me pergunta como ele lembrou do nome dela...nao me pergunta mesmoooo!

Beijão Chele...
Vou responder o teu e-mail com muita calma, e vamos marcar um café!

Paulo disse...

É instinto, não tem jeito. Só com tempo e muita paciência. Igualzinho ser pai ou mãe...

Beijos!

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.